Panquecas

Panquecas de alfarroba


Não há volta a dar. Adoro panquecas! E estas, tal como estas e estas, são para comer sem grandes culpas. Não têm glúten, nao têm açúcar refinado e são low carb.

Ora bem, não há mais fácil para se fazer. Estas quantidades fazem 2 panquecas grandes, cabem num prato de sobremesa. Se fizerem numa frigideira mais pequena, dará para mais panquecas. E também se pode dobrar a receita, já testei e fica igualmente boa. Esta receita não é doce, pelo que o acompanhamento é à vontade dos vossos desejos.

Ingredientes

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de polvilho doce
  • 1 colher de sopa de iogurte grego natural (ou queijo quark)
  • 1 colher de sobremesa rasa de farinha de alfarroba
  • óleo de côco para untar a frigideira (quem não gostar pode substituir por manteiga ou outra gordura que goste mais)

Num recipiente misture todos os ingredientes e bater bem até ficar uma massa homogénea. Unte uma frigideira com uma colher de chá de óleo de côco, deixe aquecer um pouco e espalhar bem. Deite um pouco de massa em cima e tapar com uma tampa. Espere 1 minuto e vá destapando até ver que consegue virar a panqueca com uma espátula. Vira, deixa cozinhar um pouco e pode tirar. Para cada panqueca volte a colocar o óleo de côco.

Regue as panquecas com um fio de mel e acompanhe com frutos vermelhos.

Bom apetite!

Anúncios

Panquecas de cacaú e mel (sem glúten, sem açúcar)

Esta receita serve todos os gostos. Os gulosos e os preocupados com a linha. Tenho andado a fazer algumas mudanças na minha alimentação, maioritariamente porque há alguns ingredientes que não me faziam sentir bem. Embora eu seja apologista da máxima “nem nunca, nem para sempre”, esforço-me por comer pouco açúcar (e quem me conhece bem sabe o quão gulosa eu sou!!), evitar alimentos com farinha de trigo (fico super super inchada na barriga) e conduzir as refeições ao que de melhor a natureza nos oferece, plantas e carne, vegetais e peixe. 😀 Por isso hoje trago-vos umas panquecas super saborosas e que podemos comer sem sentimento de culpa. Existem várias versões desta receita espalhadas pela internet, não a inventei na sua essência, mas ajustei-a ao meu gosto.

Ingredientes 

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de Polvilho Doce
  • 2 colheres de sopa de farinha de amendoa
  • 1 colher de sopa de cacau
  • 1 pouco de leite vegetal (ou 1 colher de sopa de iogurte grego ou queijo quark)
  • Óleo de côco (para untar a frigideira)

Junte todos os ingredientes numa taça, mexa bem. Leve ao lume uma frigideira com uma noz de óleo de côco e em seguida deite uma porção da massa. Tape com uma tampa e aguarde uns segundos. Quando vir que pode virar a panqueca, vire e deixe mais uns segundos. Repita as vezes necessárias enquanto tiver massa e vá juntando as panquecas num prato. Sempre que achar necessário ponha mais uma noz de óleo de côco na frigideira.

Esta quantidade dá para 2 panquecas grandes ou 4/5 se usar uma frigideira de ovos estrelados. Ainda assim as quantidades podem ir sendo geridas consoante goste das panquecas mais altas e fofas ou mais fininhas.

Depois das panquecas todas cozinhadas pode barrar com um fio de mel e acompanhar com frutos silvestres, que faz um contraste de sabor fabuloso.

(receita sem glúten, low carb e sem açúcar)

Panquecas de banana e canela

Ingredientes (8/10 unidades)

  • 2 ovos

  • 1 banana muito madura (o mais madura possível)

  • 1 colher de sopa de farinha de amendoa

  • 1 colher de sopa de leite de amendoa (ou outro qualquer a gosto)

  • 1 pitada de canela

  • óleo de coco para cozinhar (ou outra gordura de preferência)

Esmagar bem a banana com um garfo. Reservar.

Bater bem os ovos. Juntar a banana esmagada e os restantes ingredientes, excepto o óleo de coco. Envolver bem. 

Numa frigideira colocar um pouco de óleo de coco e em seguinda ir deitando porções da mistura para fazer as panquecas. Quando a panqueca estiver cozinhada dos lados pode vira-la. 

Deitar uma pequena noz de óleo de coco por cada panqueca que for fazer. 

Servir com mel ou maple syrop e fruta a gosto. Pode ser um excelente pequeno almoço ou lanche.

Panquecas de maçã e canela

20140316-112558.jpgManhãs docinhas com panquecas. O inverno está-se a despedir e de manhã já temos sol e muita luz, dá logo boa disposição e vontade de fazer um miminho à família. Desta vez as panquecas são de maçã e canela.

Ingredientes

– 1,5 chavenas de chá de farinha
– 1,5 chávenas de chá de leite meio gordo
– 4 colheres de sopa de açúcar
– 3 colheres de sopa de manteiga derretida
– 2 maçãs
– 1 colher de chá de canela
– 1 3/4 colher de chá de fermento
– 1 ovo
– 1 colher de café de essência de baunilha

Junte numa tigela todos os ingredientes secos. Descasque e triture as maçãs, reserve.

Deite, no copo da Bimby, os ingredientes líquidos. Mexa uns segundos na velocidade 1,5.

Enquanto isto vá adicionando os ingredientes secos aos poucos, para que fiquem bem misturados, e as maçãs trituradas.

Quando a mistura estiver homogénea deite em pequenas porções de cada vez numa frigideira pequena untada com manteiga ou num recipiente próprio para fazer panquecas.

Cá em casa utilizamos a frigideira. Para saber quando pode e deve virar a panqueca, espere que comecem a aparecer bolhas e depois com uma espátula vire e deixe cozinhar mais uns 5/10 seg.

Sirva com mel, doces ou manteiga e pode juntar bagas goji, se gostar.

Panquecas de banana e canela

Para comer nas manhãs mais preguiçosas de fim-de-semana, para aquecer os dias frios de inverno, para dar força antes dos passeios de primavera e para os lanches com as amigas ou familia. 🙂

A receita original está aqui, embora eu tenha feito algumas adaptações ao meu gosto.

Ingredientes

– 1 e 1/2 chávena de farinha
– 3 colheres (sopa) de açúcar amarelo
– 1 e 3/4 colher (chá) de fermento em pó
– 1 pitada de sal
– 1 colher (chá) de canela
– 1 e 1/2 chávena de leite meio gordo
– 3 colheres (sopa) de manteiga, derretida
– 2 ovos
– 1 colher (chá) de extracto de baunilha
– 1 banana grande madura cortada em pedacinhos pequenos (ou duas pequenas)

(Utilizei uma chávena de chá normal.)

Numa tigela misture os ingredientes secos, a farinha, o açúcar, o fermento, o sal e a canela. Reserve.

No copo da Bimby junte o leite, a manteiga derretida, os ovos e a baunilha. Misture uns segundos até que o líquido fique homogéneo. Junte a banana e volte a mexer um pouco.

(Utilizando o modo tradicional, basta juntar os ingredientes líquidos numa outra tigela e mexe-los com a batedeira, numa velocidade baixa.)

Junte a mistura seca à líquida de forma gradual e sempre a mexer.

Aqueça uma frigideira antiaderente, passando um pouco de azeite ou óleo na superfície com um pouco de papel de cozinha.

Vá deitando porções da mistura na frigideira (eu utilizei uma concha da sopa, mas pode ser uma chávena ou outro utensílio que prefira), deixe cozinhar até que apareçam bolhinhas na superfície. Nesta altura vire a panqueca para o outro lado e deixe cozinhar mais 1 minuto, aproximadamente. Repita este processo até que não tenha mais mistura.

Sirva com mel e nozes, com doce caseiro, com Nutella ou simplesmente coma as paquecas simples. São muito saborosas!