Acompanhamentos

Arroz fingido de couve flor

img_4656Então vamos a isto! Parece arroz, mas não é. Tem pouquíssimos hidratos de carbono, quase nenhumas calorias e é a companhia ideal para uma refeição low carb e ligeira, mas em que não queremos ficar com fome. O que faz deste acompanhamento o quê? Uma ideia fabulosa e amiga de quem não quer ganhar peso ou quem pretende perder peso! (É low carb, sem glúten e paleo)

Ingredientes (2 pessoas)

  • 1 couve flor média
  • 3 dentes de alho
  • 1 cebola pequena
  • azeite qb ou óleo de coco
  • sal qb

Lave bem a couve flor. Seque. Parta em partes pequenas e triture ainda crua num processador ou na bimby. Se for necessário faça este processo em 2 ou 3 vezes. Triture até que a couve flor fique com aspeto de arroz.

Num tacho deite azeite, a cebola picada em bocadinhos muito pequenos e os alhos também picados. Refogue uns minutos. Em seguida junte a couve flor triturada e sal a gosto. Vá envolvendo até sentir que a couve flor está cozinhada. Se necessário retifique os temperos.

Pode adicionar pimenta e especiarias a gosto!

O arroz fingido pode ser consumido quente ou frio. Nesta refeição acompanhei com ovo estrelado, mas use e abuse como acompanhamento de carne ou peixe.

Anúncios

Curgete e tomate assados – legumes no forno

Um prato tão rápido de se fazer e que permite um sem número de combinações possíveis! Um excelente acompanhamento de qualquer refeição.

Ingredientes (4 pessoas)

  • 1 curgete grande

  • 3 tomates maduros

  • Sal grosso qb

  • Vinho branco qb

  • Ervas de Provence (ou quaisquer outras ervas que tenha)

  • Azeite qb

Ligue o forno a 175 graus.

Lave bem a curgete e os tomates e corte em rodelas. 

Num pirex que possa ir ao forno disponha os legumes intercalando entre ambos. Regue com algum azeite e um pouco de vinho branco. Tempere com sal grosso e bastantes ervas.

Leve ao forno o tempo suficiente para verificar que os legumes já estejam cozinhados. No fim retire e sirva de imediato.

Este prato pode ser comido quente ou frio, consoante preferência.

Esparguete de curgete spirilizada com salmão


Esta foi a minha primeira experiência com o Spirilizador. E não é que fiquei fã? A curgete spirilizada pode ser prato principal ou acompanhamento. É à vontade do freguês. 😀 O meu spirilizador é manual, tenho mesmo que dar ao bracinho. Mas existem imensos modelos, até maiores e mais elaborados. Eu por aqui preferi um que ocupasse pouco espaço, ou quase nenhum, e não custa nada utilizar.

Ingredientes (2 pessoas)

  • 2 curgetes finas e maduras, biológicas (para caberem no spirilizador, no caso do meu esta característica é importante. Noutros modelos pode não interessar o tamanho das curgetes)
  • Spirilizador
  • Azeite qb
  • Alhos qb
  • Vinho branco qb
  • Sal grosso qb
  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 2 lombos de salmão
  • Sumo de 1 limão
  • Tomilho e/ou Ervas de Provence

Numa travessa pequena ou pirex coloque os lombos de salmão regando com azeite, vinho branco e metade do sumo de limão. Acrescente sal a gosto e as ervas por cima. Ponha película aderente a fechar totalmente a travessa ou pirex e pique com uma faca de forma a fazer furinhos. Depois leve ao forno até que estejam cozinhados a vapor.

Enquanto espera pelo salmão, lave bem as curgetes e com o spirilizador corte cada uma delas às tiras, tamanho de esparguete (mantenha a casca). Reserve. Num tacho faça um refogado com bastante azeite e alguns dentes de alho picados. Acrescente a curgete spirilizada e envolva em lume brando. Adicione um pouco de vinho branco, a metade restante do sumo de limão e o molho de soja. Continue a envolver até sentir que a curgete já cozinhou um pouco.

Quando o salmão estiver cozinhado retire do forno, com um garfo corte em pequenos pedaços e misture tudo com a curgete spirilizada. Envolva bem e se necessário tempere de novo a gosto.

E está pronto a servir!

Dica: O esparguete spirilizado também pode servir apenas de acompanhamento, se preferir.

 

Cogumelos estufados com vinho branco e especiarias

2015/01/img_3936.jpg
Ingredientes (para 4 pessoas)

– 300gr de cogumelos frescos de 2 ou 3 variedades diferentes a gosto
– meia cebola picada
– 2 dentes de alho picados
– manjericão
– 1 embalagem de vinho branco pequena
– azeite qb
– sal grosso qb

Num tacho faça um refogado com a cebola, os alhos e algum azeite. Junte os cogumelos cortados em fatias bem fininhas e mexa durante cerca de 2 minutos. Junte o vinho branco, sal a gosto e uma boa dose de manjericão.

Mexa bem, coloque uma tampa, feche o tacho e deixe uns 20 minutos em lume brando. Este tempo pode ser variável consoante a quantidade de cogumelos e a grossura que tiverem. Vá verificando de vez em quando até que estejam bem cozinhados. Entretanto pode ir retificando os temperos.

Sirva de imediato. É um ótimo petisco ou acompanhamento.

Batatinhas assadas com alecrim

Ingredientes
(para 4 pessoas)

– 1 kg de batata nova com pele
– 1 cebola
– Alecrim
– Sal qb
– Azeite qb

Corte as batatas em metades. Se houver algumas maiores, volte a cortar cada uma das metades. Deixe-as dentro de um recipiente com água e reserve.

Ligue o forno a 175º.

Num tabuleiro de forno faça uma cama com a cebola cortada em meias luas. Deite por cima as batatas já escorridas da água.

Deite um fio de azeite em cima de todo o tabuleiro e espalhe o sal a gosto e bastante alecrim.

Leve ao forno cerca de 1h.