Autor: Aromas da minha cozinha

Panquecas de alfarroba


Não há volta a dar. Adoro panquecas! E estas, tal como estas e estas, são para comer sem grandes culpas. Não têm glúten, nao têm açúcar refinado e são low carb.

Ora bem, não há mais fácil para se fazer. Estas quantidades fazem 2 panquecas grandes, cabem num prato de sobremesa. Se fizerem numa frigideira mais pequena, dará para mais panquecas. E também se pode dobrar a receita, já testei e fica igualmente boa. Esta receita não é doce, pelo que o acompanhamento é à vontade dos vossos desejos.

Ingredientes

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de polvilho doce
  • 1 colher de sopa de iogurte grego natural (ou queijo quark)
  • 1 colher de sobremesa rasa de farinha de alfarroba
  • óleo de côco para untar a frigideira (quem não gostar pode substituir por manteiga ou outra gordura que goste mais)

Num recipiente misture todos os ingredientes e bater bem até ficar uma massa homogénea. Unte uma frigideira com uma colher de chá de óleo de côco, deixe aquecer um pouco e espalhar bem. Deite um pouco de massa em cima e tapar com uma tampa. Espere 1 minuto e vá destapando até ver que consegue virar a panqueca com uma espátula. Vira, deixa cozinhar um pouco e pode tirar. Para cada panqueca volte a colocar o óleo de côco.

Regue as panquecas com um fio de mel e acompanhe com frutos vermelhos.

Bom apetite!

Anúncios

Ovos estrelados com pasta de abacate

Ora bem, este foi o meu jantar, faço muitas vezes até. Mas na verdade pode perfeitamente ser um pequeno almoço bom e nutritivo. Os ingredientes estão à vista, com exceção da pasta de abacate que vou explicar aqui como faço e como é tão simples. Os ovos uso sempre biológicos, faz toda a diferença. O presunto tento comprar o que tiver menos aditivos possíveis.

O abacate não é uma fruta fácil de se gostar. Eu pelo menos não gosto se não o temperar com alguma coisa. Como bastante abacate ao pequeno almoço, ao jantar e em sumos ou batidos. Temos um mundo de possibilidades, eu gosto mais de comer abacate com canela, temperado da forma como fiz esta pasta e misturado com banana….uma maravilha! Vamos então à receita dos temperos.

Ingredientes da pasta de abacate (para 1 pessoa)

  • meio abacate maduro
  • sumo de limão
  • um fio de azeite
  • sal fino qb
  • óregãos qb
  • pimenta qb

Esmagar o abacate com um garfo. Se ele estiver no ponto esta tarefa será fácil. Depois temperar com sumo de limão a gosto (eu gosto de muito!), sal, óregãos e pimenta….faço tudo a olho, não consigo dar quantidades certas. O ideal é ir testando o que está mais a seu gosto. Misturar tudo com um garfo e no final deitar um fio de azeite.

A forma como comemos o abacate pode ir variando. Hoje fiz a pasta, mas faço muitas vezes o abacate cortado aos quadradinhos e misturado com outros ingredientes que dá uma bela salada.

Cobertura de chocolate (para bolos)

Como explicar….é bom, sabe bem e há provas vivas de quem tenha achado delicioso! 😋

Fica então a receita de uma cobertura simples de chocolate, que pode acompanhar qualquer bolo. Esta foto é do bolo que fiz para para o aniversário da minha mini e não houve quem não quisesse repetir a dose!

Ingredientes

  • 1 tablete de chocolate de culinária (eu utilizei uma de chocolate negro 85% porque adooooro)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • um pouco de leite (a olho)
  • 2 colheres de sopa de açúcar

Juntar todos os ingredientes e aquecer no microondas ou num tacho – uns 2 minutos. Ir mexendo de vez em quando até que fique uma mistura homogénea.

Esta cobertura deve ser colocada em cima do bolo ainda quente e acabada de fazer, senão engrossa, esfria e depois já não é possível ser espalhada. Por isso recomendo que faça primeiro o bolo e depois de o ter já morno ou frio então junta-lhe a cobertura por cima.

Panquecas de cacaú e mel (sem glúten, sem açúcar)

Esta receita serve todos os gostos. Os gulosos e os preocupados com a linha. Tenho andado a fazer algumas mudanças na minha alimentação, maioritariamente porque há alguns ingredientes que não me faziam sentir bem. Embora eu seja apologista da máxima “nem nunca, nem para sempre”, esforço-me por comer pouco açúcar (e quem me conhece bem sabe o quão gulosa eu sou!!), evitar alimentos com farinha de trigo (fico super super inchada na barriga) e conduzir as refeições ao que de melhor a natureza nos oferece, plantas e carne, vegetais e peixe. 😀 Por isso hoje trago-vos umas panquecas super saborosas e que podemos comer sem sentimento de culpa. Existem várias versões desta receita espalhadas pela internet, não a inventei na sua essência, mas ajustei-a ao meu gosto.

Ingredientes 

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de Polvilho Doce
  • 2 colheres de sopa de farinha de amendoa
  • 1 colher de sopa de cacau
  • 1 pouco de leite vegetal (ou 1 colher de sopa de iogurte grego ou queijo quark)
  • Óleo de côco (para untar a frigideira)

Junte todos os ingredientes numa taça, mexa bem. Leve ao lume uma frigideira com uma noz de óleo de côco e em seguida deite uma porção da massa. Tape com uma tampa e aguarde uns segundos. Quando vir que pode virar a panqueca, vire e deixe mais uns segundos. Repita as vezes necessárias enquanto tiver massa e vá juntando as panquecas num prato. Sempre que achar necessário ponha mais uma noz de óleo de côco na frigideira.

Esta quantidade dá para 2 panquecas grandes ou 4/5 se usar uma frigideira de ovos estrelados. Ainda assim as quantidades podem ir sendo geridas consoante goste das panquecas mais altas e fofas ou mais fininhas.

Depois das panquecas todas cozinhadas pode barrar com um fio de mel e acompanhar com frutos silvestres, que faz um contraste de sabor fabuloso.

(receita sem glúten, low carb e sem açúcar)

Bolo de cenoura e chocolate

Este é um bolo é para comer sem remorsos. Sem glúten e low carb. A receita é uma adaptação de várias com que me cruzei e ajustei à minha maneira. O bolo é maravilhoso mas não é muito doce. Se preferir adicione um adoçante a gosto.

Ingredientes

  • 3 cenouras grandes
  • 1 colher de sopa de óleo de coco + 1 colher de sopa de óleo de coco (para a cobertura)
  • 3 ovos biológicos
  • 1 1/2 chávenas de farinha de amendoa
  • 1/2 chávena de polvilho doce
  • 3 colheres de mel
  • 1 colher de chá de fermento sem glúten
  • 1 tablete 200gr de chocolate negro +70% de cacau (eu utilizei com 85% cacau)

Modo de preparação

Juntar na Bimby ou num processador as cenouras lavadas e cortadas às rodelas, 1 colher de sopa de óleo de coco, os ovos, o mel, a farinha de amendoa, o polvilho doce e o fermento. Triturar tudo até obter uma mistura homogénea.

Ligar o forno a 175 graus.

Untar uma forma com óleo de coco, ou forrar com papel vegetal. Deitar a mistura dentro da forma e colocar no forno cerca de 30 minutos. Vá fazendo o teste do palito e retire quando estiver cozinhado. Se preferir mal cozido retire antes.

Enquanto o bolo arrefece um pouco até poder desenformar, coloque num recipiente que possa ir ao microondas o chocolate partido e 1 colher de óleo de coco. Ponha a derreter uns minutos, retirando de vez em quando e mexendo com uma colher. Se vir que está a queimar adicione mais um pouco de óleo de coco. Reserve.

Em seguida, desenforme o bolo e deite o chocolate derretido por cima.

Bom apetite!