Ovos estrelados com pasta de abacate

Ora bem, este foi o meu jantar, faço muitas vezes até. Mas na verdade pode perfeitamente ser um pequeno almoço bom e nutritivo. Os ingredientes estão à vista, com exceção da pasta de abacate que vou explicar aqui como faço e como é tão simples. Os ovos uso sempre biológicos, faz toda a diferença. O presunto tento comprar o que tiver menos aditivos possíveis.

O abacate não é uma fruta fácil de se gostar. Eu pelo menos não gosto se não o temperar com alguma coisa. Como bastante abacate ao pequeno almoço, ao jantar e em sumos ou batidos. Temos um mundo de possibilidades, eu gosto mais de comer abacate com canela, temperado da forma como fiz esta pasta e misturado com banana….uma maravilha! Vamos então à receita dos temperos.

Ingredientes da pasta de abacate (para 1 pessoa)

  • meio abacate maduro
  • sumo de limão
  • um fio de azeite
  • sal fino qb
  • óregãos qb
  • pimenta qb

Esmagar o abacate com um garfo. Se ele estiver no ponto esta tarefa será fácil. Depois temperar com sumo de limão a gosto (eu gosto de muito!), sal, óregãos e pimenta….faço tudo a olho, não consigo dar quantidades certas. O ideal é ir testando o que está mais a seu gosto. Misturar tudo com um garfo e no final deitar um fio de azeite.

A forma como comemos o abacate pode ir variando. Hoje fiz a pasta, mas faço muitas vezes o abacate cortado aos quadradinhos e misturado com outros ingredientes que dá uma bela salada.

Cobertura de chocolate (para bolos)

Como explicar….é bom, sabe bem e há provas vivas de quem tenha achado delicioso! 😋

Fica então a receita de uma cobertura simples de chocolate, que pode acompanhar qualquer bolo. Esta foto é do bolo que fiz para para o aniversário da minha mini e não houve quem não quisesse repetir a dose!

Ingredientes

  • 1 tablete de chocolate de culinária (eu utilizei uma de chocolate negro 85% porque adooooro)
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • um pouco de leite (a olho)
  • 2 colheres de sopa de açúcar

Juntar todos os ingredientes e aquecer no microondas ou num tacho – uns 2 minutos. Ir mexendo de vez em quando até que fique uma mistura homogénea.

Esta cobertura deve ser colocada em cima do bolo ainda quente e acabada de fazer, senão engrossa, esfria e depois já não é possível ser espalhada. Por isso recomendo que faça primeiro o bolo e depois de o ter já morno ou frio então junta-lhe a cobertura por cima.

Panquecas de cacaú e mel (sem glúten, sem açúcar)

Esta receita serve todos os gostos. Os gulosos e os preocupados com a linha. Tenho andado a fazer algumas mudanças na minha alimentação, maioritariamente porque há alguns ingredientes que não me faziam sentir bem. Embora eu seja apologista da máxima “nem nunca, nem para sempre”, esforço-me por comer pouco açúcar (e quem me conhece bem sabe o quão gulosa eu sou!!), evitar alimentos com farinha de trigo (fico super super inchada na barriga) e conduzir as refeições ao que de melhor a natureza nos oferece, plantas e carne, vegetais e peixe. 😀 Por isso hoje trago-vos umas panquecas super saborosas e que podemos comer sem sentimento de culpa. Existem várias versões desta receita espalhadas pela internet, não a inventei na sua essência, mas ajustei-a ao meu gosto.

Ingredientes 

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de Polvilho Doce
  • 2 colheres de sopa de farinha de amendoa
  • 1 colher de sopa de cacau
  • 1 pouco de leite vegetal (ou 1 colher de sopa de iogurte grego ou queijo quark)
  • Óleo de côco (para untar a frigideira)

Junte todos os ingredientes numa taça, mexa bem. Leve ao lume uma frigideira com uma noz de óleo de côco e em seguida deite uma porção da massa. Tape com uma tampa e aguarde uns segundos. Quando vir que pode virar a panqueca, vire e deixe mais uns segundos. Repita as vezes necessárias enquanto tiver massa e vá juntando as panquecas num prato. Sempre que achar necessário ponha mais uma noz de óleo de côco na frigideira.

Esta quantidade dá para 2 panquecas grandes ou 4/5 se usar uma frigideira de ovos estrelados. Ainda assim as quantidades podem ir sendo geridas consoante goste das panquecas mais altas e fofas ou mais fininhas.

Depois das panquecas todas cozinhadas pode barrar com um fio de mel e acompanhar com frutos silvestres, que faz um contraste de sabor fabuloso.

(receita sem glúten, low carb e sem açúcar)

Bolo de cenoura e chocolate

Este é um bolo é para comer sem remorsos. Sem glúten e low carb. A receita é uma adaptação de várias com que me cruzei e ajustei à minha maneira. O bolo é maravilhoso mas não é muito doce. Se preferir adicione um adoçante a gosto.

Ingredientes

  • 3 cenouras grandes
  • 1 colher de sopa de óleo de coco + 1 colher de sopa de óleo de coco (para a cobertura)
  • 3 ovos biológicos
  • 1 1/2 chávenas de farinha de amendoa
  • 1/2 chávena de polvilho doce
  • 3 colheres de mel
  • 1 colher de chá de fermento sem glúten
  • 1 tablete 200gr de chocolate negro +70% de cacau (eu utilizei com 85% cacau)

Modo de preparação

Juntar na Bimby ou num processador as cenouras lavadas e cortadas às rodelas, 1 colher de sopa de óleo de coco, os ovos, o mel, a farinha de amendoa, o polvilho doce e o fermento. Triturar tudo até obter uma mistura homogénea.

Ligar o forno a 175 graus.

Untar uma forma com óleo de coco, ou forrar com papel vegetal. Deitar a mistura dentro da forma e colocar no forno cerca de 30 minutos. Vá fazendo o teste do palito e retire quando estiver cozinhado. Se preferir mal cozido retire antes.

Enquanto o bolo arrefece um pouco até poder desenformar, coloque num recipiente que possa ir ao microondas o chocolate partido e 1 colher de óleo de coco. Ponha a derreter uns minutos, retirando de vez em quando e mexendo com uma colher. Se vir que está a queimar adicione mais um pouco de óleo de coco. Reserve.

Em seguida, desenforme o bolo e deite o chocolate derretido por cima.

Bom apetite!

Pão caseiro “maravilha”

img_4779Tenho andado em experiências para mudar algumas coisas na minha alimentação. Já vos disse que A D O R O pão? Mas assim pão à séria, daquele que conseguimos comer sem acompanhamento e só paramos porque não entra nem mais um bocado. Por isso, pão é uma das coisas que tenho mais dificuldade em reduzir na minha alimentação.

Encontrei no blog da Mamã Paleo uma receita de pão saudável que não fica nada atrás de muitos dos que eu mais gosto. E não descansei enquanto não fiz a receita! De todos os ingredientes que compõem a receita troquei a farinha de coco pela mesma medida de mais farinha de amendoa. Mas apenas porque não tinha naquele momento farinha de coco e foi para desenrascar….já disse que queria mesmo muito fazer esta receita? 😀

Ingredientes

– 1 chávena de linhaça dourada moída
– 1 chávena de farinha de trigo sarraceno
– 1 chávena de polvilho doce
– 1/2 chávena de farinha de coco
– 1/2 chávena de farinha de amêndoa
– 4 ovos
– 1 chávena de água morna
– 1 colher de sopa de vinagre
– 1 colher de chá de fermento sem glúten ou bicarbonato de sódio
– 3 colheres de sopa de leite de amêndoa ou coco
– Sal a gosto

Misturar as farinhas, o fermento e o sal. Reservar.

Noutro recipiente, bater os ovos, juntar o leite, a água e o vinagre. Adicionar o preparado às farinhas e mexer bem.

Forrar uma forma de bolo inglês com papel manteiga, derramar a massa (deve estar bem espessa). Colocar as sementes por cima (sésamo, de abóbora, girassol, até pode utilizar uma mistura de várias sementes)

Levar a forno, pré-aquecido a 200 graus, durante cerca de 30 min. Desenformar e levar ao forno mais 10/15 min e está pronto.

Conforme arrefece fica mais seco, mas se desejar que fique mais seco ainda , pode fatiar e levar ao forno mais 5 min.

E depois é só comer!! Quentinho se quiser! 🙂

img_4780